PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO

DE CAPRINOS LEITEIROS

 

O que é Programa de Melhoramento Genético

 

O Programa de Melhoramento Genético tem como objetivo principal realizar avaliações genéticas de reprodutores a partir de um banco de dados adequados e seguros e prover instrumentos necessários para o melhoramento genético dos rebanhos.

 

Um arquivo único com grande número de dados procedentes de um grande número de indivíduos distribuídos em um grande número de rebanhos deve ser a meta de qualquer país que pretenda alcançar avanços sistemáticos na qualidade genética do seu rebanho. Como exemplos de Programa de Melhoramento Genético consistentes podemos citar os da Austrália e Nova Zelândia (ovinos de corte e lã), Estados Unidos e França (cabras leiteiras, ovelhas leiteiras e ovelhas tipo corte), Portugal (cabras e ovelhas raças autóctonas). Esses países mantem em um arquivo único os dados dos animais/rebanho do país.

 

 

Não há registro de programas desse tipo para caprinos ou ovinos leiteiros na América Latina. A exceção é o Programa de Melhoramento Genético de Caprinos Leiteiros Capragene®, iniciado em 2006 no Brasil. O Capragene® tornou-se possível a partir de convênios e termos de cooperação técnica entre Caprileite, Embrapa e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), contando com apoio da associação brasileira.

 

O Capragene® está alicerçado no CLO executado por instituição credenciada junto ao MAPA e na execução de Teste de Progênie (TP) de reprodutores jovens, que consiste na avaliação do potencial genético dos reprodutores por meio da avaliação da produção de leite de suas filhas. Utilizando as ferramentas do CLO e do TP, o Capragene® busca promover o melhoramento genético de caprinos leiteiros no Brasil por meio da identificação de reprodutores geneticamente superiores para as características de produção de leite.

 

Todos os rebanhos que participam do Capragene® estão sob CLO. Isto permite, a partir do processo de avaliação genética, identificar os indivíduos de maior potencial genético e orientar os processos de seleção e acasalamentos nos rebanhos participantes do Programa.

 

Vantagens em participar do Capragene®

 

- Orientação quanto as decisões de acasalamentos e descartes dos animais em seus rebanhos.

- Dispõe do serviço de CLO gratuitamente arcando somente com as despesas de estadia e alimentação do controlador no dia da pesagem e despesas postais.

- Acesso on-line ao Sistema de Gerenciamento de Rebanhos do Capragene®.

- Treinamento para implantação da técnica de inseminação artificial na propriedade.

- Avaliações genéticas de todos os animais do rebanho participante.

- Orientação quanto aos processos de seleção e acasalamento com vistas à maximização do ganho genético e controle da consanguinidade.

- Acesso a informações sobre reprodutores testados no Brasil, garantindo maior segurança na aquisição de sêmen e/ou reprodutores.

- Acesso gratuito ao sêmen de reprodutores de alto valor genético participantes do Teste de Progênie.

 

Pré-requisitos do Capragene®

 

- Possuir os animais cadastrados na Caprileite e estar em dia com a anuidade como criador associado à Caprileite ou taxa de administração (não associados).

- Assinar Termo de Compromisso de participação com a Caprileite.

- Assinar contrato de Cooperação Técnica com a Embrapa.

- Realizar escrituração zootécnica do rebanho e submetê-lo ao CLO não seletivo.

- Disponibilizar no mínimo 30 cabras por ano para inseminação artificial com sêmen dos bodes em teste de progênie.

- Realizar inseminação artificial das cabras para gerar as progênies dos reprodutores em teste de progênie.

- Manter no rebanho todas as progênies (filhas) dos reprodutores em teste até que estas encerrem a primeira lactação e submetê-las ao CLO.

 

O Capragene® na prática

 

- Primeira visita do técnico à propriedade participante para coleta de informações e pesagem de leite das cabras que iniciaram as lactações até 75 dias antes da visita.

- Inicio do CLO no rebanho com a pesagem e coleta de amostras do leite e dos dados produtivos e reprodutivos com intervalo médio de 60 dias, de todas as cabras em lactação.

- Quinze dias após cada controle bimestral o criador recebe um relatório de desempenho com os dados do rebanho naquele controle.

- No final da lactação o criador recebe o CZP com os dados da lactação atual e das lactações fechadas anteriores.

 

Situação atual

 

Atualmente 20 rebanhos caprinos das raças Alpina e Saanen, na região sudeste brasileira estão cadastrados no Capragene®, todos sob CLO Caprileite/Embrapa. Como fruto do trabalho desenvolvido desde 2006, nosso banco de dados conta hoje com mais de cinquenta mil controles leiteiros individuais de animais das raças Saanen, Alpina e Anglonubiana, compreendendo mais de quatro mil lactações controladas.

 

A partir de 2014 os criadores participantes têm recebido orientação sobre os processos seleção e direcionamento dos acasalamentos para a maximização do ganho genético. Os frutos deste trabalho já se fazem perceber ao verificar a tendência de elevação do valor genético médio dos animais para a produção de leite até os 305 dias de lactação nos rebanhos participantes do Capragene®.

 

Grafico1- Tendência genética para a produção de leite em 305 dias de lactação nos rebanhos da raça Saanen participantes do Capragene®.

 

Rebanhos Participantes

 

Os rebanhos participantes, selecionadores e comerciais, concentram-se na região Sudeste, no entanto, beneficiam todos os caprinocultores do país pela disponibilização das avaliações genéticas dos animais (Sumário) que podem ser adquiridos e disseminados pelos criadores multiplicadores na forma de animal para reprodução e sêmen.